Criada reserva de vagas para negros em Porto Alegre

Os negros passarão a ter uma reserva de 12% das vagas dos concursos públicos que a prefeitura de Porto Alegre promover para contratação de funcionários. A lei que estabelece a cota foi sancionada nesta terça-feira e entra em vigor imediatamente.As pessoas interessadas nas vagas deverão se identificar como descendentes de africanos no ato da inscrição. Uma comissão de acompanhamento, formada por representantes do Executivo municipal e de quatro entidades do movimento negro, vai examinar as informações prestadas pelo candidato.Além da cota legal para ingresso no serviço público, a prefeitura tem negociado, na concessão de alvarás para os grandes empreendimentos comerciais, reservas de vagas para negros e para deficientes físicos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.