Credor de papéis do Estado depõe hoje à PF

Antônio Carlos Santos de Morais, dono da Corretora Karta, prestará hoje novo depoimento à Polícia Federal sobre denúncia de fraude no processo de renegociação das Letras do Tesouro de Alagoas, em 2002, no governo Ronaldo Lessa (PDT). O governo Lessa teria recebido R$ 500 milhões na renegociação, com pagamento do deságio dos títulos. "Vou abrir o jogo e dar nome aos bois", prometeu Morais. Segundo ele, houve pagamento de propina a autoridades do governo alagoano.

, O Estadao de S.Paulo

24 de março de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.