CPMF: saída de Simon dá segurança a governo, diz líder

O líder do PMDB no Senado, Valdir Raupp (RO), disse que a substituição do senador Pedro Simon na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) foi determinada para dar mais segurança ao governo na votação da prorrogação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). Os governistas tinham dúvida sobre o voto do senador Jefferson Péres (PDT-AM) e de Simon, o que poderia levar à rejeição da proposta de emenda.Com a mudança, a bancada governista passa a ter doze votos favoráveis entre senadores do PMDB, PT e PSB, o que garantirá a aprovação da emenda. Se Jefferson Péres confirmar o voto favorável à emenda, o governo deverá ter treze votos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.