CPMF: parecer só sai em 30 dias, diz relatora

A senadora Kátia Abreu (DEM-TO) disse hoje que vai cumprir os 30 dias previstos no regimento para apresentar seu parecer à emenda constitucional que prorroga a Contribuição Provisória de Movimentação Financeira (CPMF) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. "Não tem acordo para encurtar prazo como quer o PT. Quero os 30 dias para convencer meus colegas para votar com o meu parecer", disse, acrescentando ser essa a posição oficial do DEM. Ontem à noite a cúpula do partido se reuniu em São Paulo para reforçar a determinação de fazer uma campanha contra a CPMF. "Não há a menor hipótese de reduzir prazo. O governo deveria ter apressado a votação na Câmara, mas foi complacente com os deputados. Agora no Senado querem aprovar em 10 dias? ", questionou a relatora. Segundo ela, na reunião de líderes hoje com o presidente em exercício do Senado, Tião Viana (PT-AC), o senador José Agripino (DEM-RN) vai reafirmar essa posição do DEM. "Queremos que o senador Tião respeite o regimento", observou Kátia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.