CPMF: Expectativa é de que haja quórum na CCJ

A expectativa de assessores da Comissão de Constituição e Justiça do Senado é de que haverá quórum para a realização da sessão prevista para 14h, quando será lido o relatório da senadora Kátia Abreu (DEM-TO) contra a proposta de emenda constitucional que prorroga a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). Mas até agora nenhum senador chegou à sala de reuniões.O líder do DEM, senador José Agripino (RN), disse por telefone que o acordo para votar amanhã o relatório de Kátia está mantido. O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB), deve apresentar voto em separado para contestar o relatório da senadora, que é contra a prorrogação da CPMF. O acordo entre governo e oposição prevê a concessão de pedido de vista, transferindo para amanhã a votação do relatório.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.