CPIs têm falhado em analisar fatos concretos, diz Genro

O ministro da Justiça, Tarso Genro, declarou hoje em entrevista à Rede Eldorado de Rádio que as Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) têm falhado em seu propósito de analisar fatos concretos e propor soluções ao Poder Executivo. Na avaliação dele, as recomendações não têm sido concretas para que o fato sobre o qual a CPI se debruça não se repita. "Isso tem mostrado uma série de debilidades", alertou.Genro avaliou ainda que o funcionamento das comissões precisa de aperfeiçoamento. Para o ministro, o debate político é importante para o País, mas essa discussão não precisa necessariamente ocorrer nas CPIs. "Pode ocorrer nas vias ordinárias, através dos jornais, das comissões no Congresso, Câmara, Senado e debate no Plenário", listou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.