CPIs não vão paralisar o Congresso, avisa líder do PT

O líder do PT no Senado, senador Tião Viana (AC) disse às lideranças partidárias que requereram a criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Movimento dos Sem-Terra (MST), que o governo nada fará para impedir o funcionamento da Comissão Parlamentar de Inquérito e que ele, depois de fazer uma avaliação sobre o assunto, indicará os integrantes da base aliada do governo para a CPI. Viana advertiu que os governistas não vão tolerar que o funcionamento das CPIs do MST e do Banestado, provoquem a paralisia no Congresso Nacional. Ele disse também que os aliados não vão tolerar que a CPI do MST seja usada para ofuscar ou atrapalhar as investigações da CPI do Banestado, que já está em funcionamento.

Agencia Estado,

04 de julho de 2003 | 15h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.