CPI ouve ex-ministros da Saúde do governo Lula

Após os depoimentos de terça-feira do empresário Luiz Antônio Vedoin ao Conselho de Ética da Câmara e do ex-ministro da Saúde Barjas Negri (da gestão Fernando Henrique Cardoso) à CPI dos Sanguessugas, na tarde desta quarta-feira são esperados os depoimentos de dois ex-ministros da Saúde do governo Lula, Humberto Costa e Saraiva Felipe.A CPI dos Sanguessugas apura o esquema de superfaturamento na compra de ambulâncias, que tem o dono da Planam, Vedoin, apontado como líder do esquema. Na terça, no Conselho de Ética, Vedoin confirmou envolvimento do empresário Abel Pereira na liberação de emendas de parlamentares para efetuar a compra de ambulâncias na época em que o tucano Negri, atualmente prefeito de Piracicaba, era ministro da Saúde. Segundo ele, foi acertado um acordo de 6,5% de comissão em troca das emendas.Por outro lado, Negri, em depoimento à CPI, disse não ter conhecimento de integrantes da família Vedoin e garantiu não ter beneficiado Abel Pereira enquanto esteve à frente do Ministério da Saúde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.