CPI mantém depoimento de juiz

Pela segunda vez, o juiz da 6ª Vara Criminal Federal, Fausto Martin De Sanctis, responsável pela prisão do banqueiro Daniel Dantas, do ex-prefeito Celso Pitta e do investidor Naji Nahas, pediu à CPI dos Grampos, na Câmara, adiamento de seu depoimento. Em ofício, ele diz estar "impedido" de comparecer na data agendada "tendo em vista grande volume de serviço sob sua responsabilidade". A CPI negou o pedido."Resolvemos manter a data, já que temos um cronograma a seguir e é importante ouvirmos o dr. Sanctis antes do depoimento do Daniel Dantas", disse o presidente da CPI, deputado Marcelo Itagiba (PMDB-RJ).De Sanctis deveria ter comparecido ontem à CPI, mas houve adiamento em razão do depoimento que ele teve que colher de Dantas em São Paulo. O juiz deve se apresentar à CPI na próxima terça-feira. Dantas irá na quarta."Ainda não conseguimos falar com ele, mas ele será comunicado", disse Itagiba sobre o depoimento. "Caso não venha, será intimado."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.