CPI faz minuto de silêncio por mortes de ACM, Redecker e Dias

Redecker é uma das vítimas do vôo 3054; Hj, Dias morreu de câncer e ACM por falência múltipla dos órgãos

20 de julho de 2007 | 18h54

A comissão parlamentar de inquérito (CPI) da Câmara dos Deputados que investiga a crise no setor aeronáutico do País fez nesta sexta-feira, 20,  um minuto de silêncio pela morte de três parlamentares: o deputado Júlio Redecker (PSDB-RS), que morreu terça-feira na explosão do Airbus da TAM no Aeroporto de Congonhas, e o senador Antonio Carlos Magalhães (DEM-BA) e o presidente nacional do PP, deputado Nélio Dias (RN), que morreram em hospitais de São Paulo. Magalhães teve falência múltipla dos órgãos, e Dias morreu de câncer.  Veja também:Morre o senador Antonio Carlos Magalhães No vídeo mais acessado no YouTube, ACM defende ditaduraFrases do senadorSite oficial do senadorGaleria de Fotos  ACM visita o Estado de S. Paulo   

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.