CPI está terminando melancolicamente, diz Marisa Serrano

Presidente da comissão que investiga o uso dos cartõe desabafa antes de começar depoimento de Matilde

Eugênia Lopes, de O Estado de S.Paulo

09 de abril de 2008 | 12h59

A presidente da CPI Mista dos Cartões Corporativos , senadora Marisa Serrano (PSDB-MS), afirmou nesta quarta-feira, 9, que a CPI "está terminando melancolicamente". O desabafo foi feito pouco antes de se iniciar o depoimento da ex-ministra da Promoção da Igualdade Racial Matilde Ribeiro, para um plenário de maioria esmagadora de parlamentares do PT, em solidariedade à ex-ministra, no qual só estão presentes dois oposicionistas, os deputados Vic Pires (DEM-PA) e Índio da Costa (DEM-RJ).   Veja Também:   PF apreende 6 computadores para perícia no caso do dossiê Garibaldi cria CPI dos cartões no Senado Base fará de tudo para impedir CPI no Senado, diz Fontana PF abre inquérito para apurar vazamento de dados de FHC Dossiê com dados do ex-presidente FHC  Entenda a crise dos cartões corporativos      "Não temos mais o que dizer ou investigar aqui", declarou Marisa Serrano, sem mencionar os vários requerimentos feitos pela Oposição e rejeitados pelos parlamentares da base aliada ao longo dos trabalhos da Comissão. A CPI tem marcados três depoimentos para esta quinta.   Por decisão do presidente do Senado, senador Garibaldi Alves (PMDB-RN), o 1º secretário da Mesa, senador Efraim Moraes (DEM-PB), leu na última terça o requerimento de criação de uma CPI exclusiva destinada a investigar denúncias de uso irregular de cartões corporativos do governo federal. O requerimento foi apresentado pela oposição com o objetivo de aprovar, em uma CPI exclusivamente do Senado, os pedidos de convocação de autoridades do governo rejeitados na CPI Mista dos Cartões Corporativos.   A CPI irá funcionar paralelamente à comissão mista já instalada com membros do Senado e Câmara para apurar o uso dos cartões corporativos. A nova CPI, segundo parlamentares, terá por objetivo ainda apurar o vazamento de um dossiê que teria sido montado na Casa Civil sobre as despesas feitas no governo Fernando Henrique Cardoso.

Tudo o que sabemos sobre:
CPI dos cartõescartões corporativos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.