CPI dos Sanguessugas tomará 3 depoimentos em MT

Integrantes da CPI dos Sanguessugas vão para Cuiabá, no início da semana que vem, para tomar depoimentos de três envolvidos com a máfia das ambulâncias. Na segunda-feira, uma comissão de sete dos 35 membros da comissão de inquérito vai ouvir Maria da Penha Lino, tida como braço da quadrilha no Ministério da Saúde. Na terça-feira, serão ouvidos Darci Vedoin e seu filho Luís Trevisan Vedoin, donos de empresas acusadas de vender ambulâncias dentro do esquema. Os depoimentos foram decididos em sessão da CPI.O presidente da comissão, deputado Antônio Carlos Biscaia (PT-RJ), informou que já preparou ofícios para serem enviados aos 15 parlamentares denunciados pela Procuradoria Geral da República ao Supremo Tribunal Federal (STF) por envolvimento com a máfia das ambulâncias. "Vou expedir o ofício aos 15 parlamentares para que eles se manifestem, por escrito, no prazo de cinco dias úteis", afirmou Biscaia.Ele disse, ainda, que vai tentar apressar os trabalhos da CPI para que o relator, senador Amir Lando (PMDB-RO), possa apresentar seu relatório final já na primeira semana de agosto para ele ser votado pela comissão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.