CPI dos Sanguessugas adia sessão por falta de quórum

Por falta de quórum, o presidente da CPI dos Sanguessugas, deputado Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ), adiou para às 18 horas desta terça-feira a reunião da comissão convocada inicialmente para às 15 horas. Compareceram apenas 12 parlamentares, número suficiente para a abertura da sessão. Para que pudesse ser iniciada a votação dos 200 requerimentos que estão na pauta, seria necessária a presença de 19 membros. Muitos integrantes da CPI, naquele momento, estavam na sessão deliberativa do plenário da Câmara.Na CPI, enquanto aguardavam a chegada de outros parlamentares, Biscaia, a senadora Ideli Salvatti (PT-SC) e o deputado Eduardo Valverde (PT-RO) defenderam a reconvocação dos donos da Planam e chefes da máfia das ambulâncias, Darci Vedoin e seu filho Luiz Antonio Vedoin.Segundo Biscaia, pela forma como os dois empresários vêm se comportando, limitando-se a passar à imprensa informações que não deram à Polícia Federal e à CPI, estão correndo o risco de perder o benefício da Justiça pela delação premiada, que os livrou da prisão, por enquanto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.