CPI dos Grampos pedirá novos dados a empresas

O presidente da CPI dos Grampos, deputado Marcelo Itagiba (PMDB-RJ), disse que apresentará hoje um requerimento solicitando que as operadoras de telefonia passem novas informações à comissão sobre o número de interceptações telefônicas no país, desta vez referentes a 2008.Segundo dados do Conselho Nacional de Justiça, há 11.846 telefones monitorados com autorização judicial. Já para a CPI, com base em dados repassados pelas operadoras, em 2007 houve 409 mil grampos. "Nossos números foram apenas os das operadoras, já que fomos cerceados pelo Judiciário em relação aos dados", criticou Itagiba. "Se o número fornecido pelo CNJ for verdadeiro, essa CPI está atingindo seus objetivos."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.