CPI dos Grampos ouvirá diretor da Abin na quarta-feira

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Grampos, deputado Marcelo Itagiba (PMDB-RJ), marcou para quarta-feira o depoimento do diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Paulo Lacerda. Foi o próprio chefe da Abin quem se colocou à disposição de comparecer à CPI. Lacerda foi acusado pelo sócio-fundador do Grupo Opportunity, Daniel Dantas, de ter "orquestrado" a Operação Satiagraha, da Polícia Federal (PF), contra o banqueiro por vingança.Lacerda teve a iniciativa porque pretende esclarecer denúncias de que a Abin teria monitorado o gabinete do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, durante a operação. Ontem, ao ser informado da acusação de Dantas, Lacerda reiterou seu desejo de ir até o Congresso falar aos deputados. Ex-diretor da PF, Lacerda quer, além de se defender das acusações, explicar aos integrantes da comissão detalhes sobre a atuação da agência em operações policiais. Na semana passada, também depoimento à CPI, Protógenes Queiroz - o delegado que comandou a operação quando o Dantas, o megainvestidor Naji Nahas e o ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta foram presos - confirmou que agentes da Abin participaram da Satiagraha, embora não formalmente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.