CPI dos cartões corporativos aprova convocação de vazador

A CPI dos cartões corporativos aprovounesta manhã a convocação do funcionário da Casa Civil JoséAparecido Nunes Pires, apontado como o responsável pelovazamento do suposto dossiê com dados de gastos doex-presidente Fernando Henrique Cardoso, e de André Fernandes,assessor do senador Álvaro Dias (PSDB-PR). Segundo investigação da própria Casa Civil, Aparecido,secretário de controle interno da Casa Civil, teria enviado poremail os dados com cartões corporativos para André Fernandes.Depois disso, os dados chegaram à mídia. Na véspera, Aparecidopediu afastamento do cargo. A CPI aprovou os dois requerimentos por votação simbólica.Segundo a presidente da comissão, Marisa Serrano (PSDB-MS), aintenção é ouvir os depoimentos ainda nesta semana,provavelmente na quinta-feira. Antes disso, porém, a CPI quer tomar conhecimento do teordos depoimentos dos dois à Polícia Federal. André Fernandesdepôs na segunda-feira e Aparecido deve depor nesta terça. Aparecido é funcionário de carreira do Tribunal de Contasda União (TCU) e estava cedido à Casa Civil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.