CPI do Roubo de Cargas quer ouvir ANP

A CPI do Roubo de Cargas, instalada hoje e amanhã em Campinas, decidiu convocar diretores da Agência Nacional de Petróleo (ANP) para depor, depois que o empresário Laércio Pereira, proprietário da Petrosul, a maior compradora individual de gasolina da Petrobrás, afirmou que existem oito mil postos de combustível clandestinos no País. A grande maioria, talvez 60%, encontra-se em São Paulo, disse o empresário.Pereira, que depôs na CPI no final da tarde de hoje, disse que se a CPI quer pegar os verdadeiros bandidos do roubo de cargas de gasolina, deve procurar estes postos clandestinos. ?Já tínhamos informações da existência de cerca de dois mil postos clandestinos no País, o que já é um absurdo, mas a cifra de oito mil apresentada pelo empresário é muito grande?, disse o presidente da CPI, senador Romeu Tuma (PFL-SP).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.