Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

CPI do Banestado não atrapalhará reformas, garante João Paulo

O presidente da Câmara, João Paulo Cunha (PT-SP), garantiu ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva que a tramitação das reformas tributária e previdenciária na Câmara não será prejudicada pela instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Banestado, destinada a apurar a remessa de US$ 30 bilhões em transações feitas por meio de contas CC-5 na agência do Banco do Estado do Paraná (Banestado) em nova York. "A CPI do Banestado tem que ser instalada, mas o senhor pode ficar tranqüilo", disse João Paulo.Na tentativa de acalmar o presidente, o deputado salientou que, a seu ver, o escândalo em torno do Banestado está "superfaturado por conta de um delegado que fala demais". Referiu-se a José Francisco Castilho, da Polícia Federal, que na véspera participara de uma audiência pública na Comissão de Segurança da Câmara e fora contestado pelo colega Antonio Carlos de Carvalho, também responsável pelas investigações.O presidente também quis saber sobre a possibilidade de mudar as regras de tramitação de Medidas Provisórias, para evitar que a pauta de votações fique trancada e dificulte o exame das reformas. João Paulo disse estar convencido de que não será possível alterar nada agora porque as novas regras são muito recentes, mas também sustentou que elas não estão perturbando o andamento das propostas de reforma. "O Congresso tem votado as MPs. A pauta da Câmara está limpa", salientou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.