CPI do Banestado convocará Maluf para depor

O ex-prefeito de São Paulo Paulo Maluf será finalmente convocado a depor na CPI do Banestado na reunião marcada para amanhã. A decisão foi anunciada da tribuna pelo presidente da comissão, senadorAntero Paes de Barros (PSDB-MT). No seu pronunciamento, ele acusou orelator da CPI, deputado José Mentor (PT-SP), de impedir o depoimentode pessoas ligadas ao governo ou daqueles que, de alguma forma, podemajudar os candidatos do PT nas eleições municipais, como é o caso deMaluf. Segundo Antero, a convocação de Maluf à CPI foi requerida no dia5 de agosto do ano passado, mas foi ?engavetada? por Mentor, sob aalegação de que, antes, ele queria receber a documentação do MinistérioPúblico e da Justiça de São Paulo. O deputado disse que vai só vai sepronunciar após tomar conhecimento do discurso do senador. O relacionamento entre os dois principais membros da CPI do Banestadojá era difícil, mas o rompimento de agora, segundo Antero, foiprovocado pela decisão de Mentor de convocar uma reunião ?àsescondidas, sem o seu conhecimento?. O deputado disse que a convocaçãode 23 integrantes da comissão foi ?coletiva? e que não poderia ter sidoboicotada pelo senador. Antero Paes de Barros acusou José Mentor deagir por orientação do ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, aquem é ligado. ?As investigações importantes estão sendo paralisadaspor ação do indicado do senhor José Dirceu para a relatoria da CPI?,denunciou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.