CPI do Banestado aprova convocação de Gustavo Franco

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Banestado aprovou hoje a convocação do economista Gustavo Franco, ex-presidente do Banco Central, para explicar as diversas operações de transferências de recursos irregulares ocorridas durante sua atuação no BC e, especialmente, sobre a norma que permitiu o transporte de dinheiro em carros de valores na fronteira Brasil e Paraguai, em 1996. O depoimento de Gustavo Franco foi marcado para o próximo dia 22, segundo informação do gabinete do senador Antero Paes de Barros, presidente das CPI.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.