CPI do Banespa quer ouvir Ciro Gomes

O presidenciável do PPS e ex-ministro da Fazenda Ciro Gomes está na lista de pessoas a serem ainda convocadas a depor na CPI do Banespa. A convocação foi motivada pelo fato de que Ciro era ministro da Fazenda na data da intervenção no banco paulista. Segundo o presidente da CPI e ex-governador de São Paulo, Luiz Antônio Fleury Filho (PTB-SP), ainda está sendo acertada a data do depoimento. A comissão ouve hoje o ex-presidente do Banespa Carlos Meinberg, que apresentou a gravação de um vídeo do programa Roda Viva levado ao ar em setembro de 1995, na qual Ciro Gomes admite que, tão logo assumiu o Ministério da Fazenda, determinou a intervenção do BC no Banespa. Meinberg destacou, entretanto, que desde meados de 1994 Ciro já vinha falando dos problemas no Banespa, mesmo sem ter nenhuma ligação com o governo de São Paulo, e sem ainda ser ministro. Na avaliação de Meinberg, este foi um dos aspectos que contribuíram para a perda de credibilidade e piora da situação do banco paulista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.