CPI divulga lista de dirigentes de fundos de pensão que devem depor

Membros do Petros (Petrobrás), Postalis (Correios), Previ (Banco do Brasil) e Funcef (Caixa Econômica) serão convidados ou convocados a comparecerem à comissão

Célia Froufe, O Estado de S. Paulo

18 de agosto de 2015 | 17h17

Brasília - Diretores e presidentes executivos e presidentes do conselho fiscal dos fundos de pensão Petros (Petrobrás), Postalis (Correios), Previ (Banco do Brasil) e Funcef (Caixa Econômica) serão convidados ou convocados a comparecerem à comissão para prestar declarações na segunda fase de apuração da CPI dos fundos de pensão, conforme aprovado há pouco pela comissão. A primeira convocação reunirá associações e funcionários potencialmente lesados por suposta má gestão desses fundos. “A convocação pode ser na condição de acusado ou de testemunha, não há nenhum juízo de valor”, enfatizou o presidente da CPI, deputado Efraim Filho (DEM/PB).

De acordo com documento ao qual o Broadcast teve acesso, da Petros serão chamados Wagner Pinheiro de Oliveira (2009), Luiz Carlos Fernandes Afonso (2011 a 2013), Carlos Fernando Costa (2014), Henrique Jäger (2015). Também estão na lista Silvio Sinedino Pinheiro (2009 a 2012), Marcio Branco de Oliveira (2013), Epaminondas de Souza Mendes (2014) e Marcio Branco de Oliveira (2015).

Da Previ, serão chamados Alexandre Chaves (2008 a 2010), Dan Conrado (2011), Alexandre Chaves (2012), Dan Conrado (2013 e 2014), Gueitiro Martsuo Genso (2014), Roseli Andrade (2008 e 2009), Paulo Bonucci (2010), Fabiano Felix do Nascimento (2011), Maurício Miranda (2012), Fabiano Felix do Nascimento (2013), Odali Dias Cardoso (2104 e 2015).

No caso da Postalis, a lista prevê os nomes de Alexej Predtechensky (2007 a 2011), Antonio Carlos Conquista (2012 a 2015), Bera Aurora Tyo Bem da Silva (2007), Manoel dos Santos Oliveira Cantoara (2008 a 2011), Antônio Alberto Rodrigues Barbosa (2012 a 2013), Joelson Vellozo Junior (2014) e Reginaldo Chaves de Alcântara (2015).

Por fim, no caso da Funcef, o rol apresentado conta com João Ademir Dornelles (2005), Guilherme Narciso de Lacerda (2006 a 2009), Carlos Alberto Caser (2010 a 2015), José Miguel Correia (2005), Emanoel Souza de Jesus (2006 a 2009) e Carlos Alberto Pinheiro de Oliveira (2010 a 2015).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.