CPI diverge sobre número de pedidos de cassação

A menos de 24 horas da apresentação do parecer preliminar, a CPI dos Sanguessugas ainda não chegou a um consenso sobre o número de parlamentares que vão pedir a cassação, por envolvimento na máfia das ambulâncias. Segundo integrantes da CPI, enquanto a maioria dos integrantes quer o pedido de cassação de 75 acusados, o relator Amir Lando estaria propenso a pedir a cassação de cerca de 50 dos 90 envolvidos.Na avaliação de Lando, é preciso realizar mais investigações sobre o envolvimento de 25 deles, antes que ele possa pedir a cassação do mandato deles, enquanto outros 15 deverão ser inocentados por ele."Estamos seguros de que vamos chegar a um consenso com o relator", disse o deputado Fernando Gabeira (PV-RJ), ao chegar para uma reunião fechada da comissão, da qual participam também, o presidente da Comissão, deputado Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ); o relator, senador Amir Lando (PMDB-RO), e um dos sub-relatores, deputado José Carlos Aleluia(PFL-BA).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.