CPI das ONGs discute agenda e vota requerimentos nesta terça

Comissão foi criada com o objetivo de apurar a liberação, pelo governo federal, de recursos públicos para ONGs

da Redação

24 de novembro de 2008 | 12h19

A CPI das ONGs no Senado quer votar requerimentos nesta terça-feira, 25, e discutir a agenda de trabalho, segundo a Agência Senado. A comissão ganhou fôlego após a polêmica em torno da Medida Provisória 446, que anistia entidades filantrópicas- mesmo as que estão sob suspeita. Na semana passada, o presidente da Casa, Garibaldi Alves (PMDB-RN), devolveu a MP ao governo federal, mas o líder Romero Jucá recorreu.  Veja Também:Entenda a medida provisória 446, que anistia filantrópicas  Na reunião anterior da CPI, realizada em agosto, foram aprovados quatro requerimentos, entre eles um que pede todos os contratos e aditivos firmados entre a Fundação de Empreendimentos Científicos e Tecnológicos (Finatec), ligada à Universidade de Brasília (UnB), e as empresas Intercop e Camarero & Camarero. A comissão foi criada com o objetivo de apurar a liberação, pelo governo federal, de recursos públicos para ONGs e também para organizações da sociedade civil de interesse público (Oscips). A CPI também investiga a utilização, por essas entidades, de recursos recebidos do exterior a partir de 1999 até novembro de 2007.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.