Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

CPI da pirataria quebra sigilo de delegado paulista

A CPI da Pirataria aprovou nesta quarta-feira a quebra do sigilo bancário, fiscal e telefônico do delegado de Polícia Civil de São Paulo, Paulo Sérgio Oppido Fleury, que atuava no combate à pirataria no Estado. O requerimento aprovado é de autoria do deputado Leonardo Picciani (PMDB-RJ). Na exposição de motivos, o deputado sustenta que, ?conforme matérias publicadas em jornais?, o delegado Fleury estaria envolvido com desvio de material pirata apreendido pela polícia e teria cobrado até R$ 3 mil mensais para investigar casos de pirataria, serviço que deveria ser cumprido por ele como uma obrigação funcional. A CPI também pediu quebra de sigilo do investigador da Polícia Civil Jorge Devai Alcântara, que é suspeito de crime de pirataria.

Agencia Estado,

09 de julho de 2003 | 21h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.