CPI da Petrobrás assina contrato com Kroll para rastrear recursos desviados

Membros da comissão discutem também pauta de requerimentos que serão levados à votação na sessão na tarde desta terça

Daniel Carvalho e Daiene Cardoso, O Estado de S. Paulo

14 Abril 2015 | 11h30

 BRASÍLIA - O presidente da CPI da Petrobrás da Câmara dos Deputados, Hugo Motta (PMDB-PB), anunciou nesta terça-feira, 14, na reunião interna da comissão que já assinou contrato com a consultoria Kroll para rastrear recursos desviados por esquema de corrupção na estatal e que estariam em contas no exterior. 


"Assinamos na noite de ontem o contrato com a Kroll. Ela já está trabalhando e teve reunião com o deputado André Moura (PSC), que é sub-relator da CPI, para apurar irregularidades na operação da companhia Sete Brasil e na venda de ativos da Petrobrás na África. Espero que dentro do prazo estabelecido, os resultados cheguem e o dinheiro do povo seja devolvido", disse Motta nesta manhã, segundo relato de um dos participantes do encontro.


Os membros da CPI discutem também a pauta de requerimentos que serão levados à votação na sessão da comissão na tarde desta terça. 

Mais conteúdo sobre:
CPI da PetrobrásLava JatoKroll

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.