CPI aprova quebra de sigilo de dados sobre Protógenes

A CPI dos Grampos aprovou a quebra de sigilo dos sete volumes sobre o vazamento da Operação Satiagraha, da Polícia Federal, encaminhados pelo juiz da 7ª Vara Criminal Federal, Ali Mazloum, à comissão. O material, que chegou ao Congresso na quinta-feira, estava trancado no cofre da CPI. No início da semana o magistrado quebrou o sigilo do inquérito em São Paulo. A operação da PF foi conduzida pelo delegado Protógenes Queiroz.Além dos sete volumes referentes à apuração sobre o vazamento da Operação Satiagraha, Mazloum também mandou, segundo o presidente da CPI, Marcelo Itagiba (PMDB-RJ), uma mídia e dois volumes de processo cautelar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.