Covas teve controle exemplar das contas públicas

O economista da Fipe-USP e coordenador do IPC, Heron do Carmo, disse que o governador de São Paulo, Mário Covas, demonstrou, por meio de um controle exemplar das contas públicas - antes mesmo da criação da Lei de Responsabilidade Fiscal -, que isso depende da vontade do Poder Executivo. Esta posição incisiva foi fundamental para o equilíbrio fiscal do Estado e resultou na avaliação positiva da população em relação à gestão do governador. "A população vota em quem tem uma postura correta na condução das coisas públicas" afirmou.Heron do Carmo acredita que isso servirá de referência para continuidade da administração a ser conduzida por Geraldo Alckmin. Ele avalia que, com a volta do crescimento econômico e com as contas organizadas, o governo poderá investir com mais forças em outras áreas. Heron acrescentou que diante de uma "carência de referências" pelo qual passa o País, merece respeito a constituição de uma base política mais forte, promovida por Covas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.