Covas pode reassumir depois do carnaval

O governador licenciado Mário Covas poderá reassumir o cargo na próxima quarta-feira, depois do feriado de carnaval. O médico particular de Covas, o infectologista David Uip, nega que tenha autorizado o governador a retomar oficialmente suas atividades, mas fortes rumores no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, indicam que Covas deve reassumir nos próximos dias. "Eu não estou sabendo de nada. Não o vejo, como médico, desde a última quinta-feira. Não o examino desde então, apesar de falar com ele todos os dias por telefone", disse Uip. Ele avaliou a atua condição de saúde de Covas como "estável". Covas, licenciado desde o dia 22 de janeiro último, está se submetendo a um tratamento quimioterápico desde o dia 18 de janeiro. São duas aplicações do medicamento por semana. Uip ressaltou que, de qualquer modo, ele é que dará a autorização médica para que Covas possa retornar ao cargo, como ocorreu em relação ao pedido de afastamento. "A decisão é do governador, não minha, mas quem fará o pedido médico sou eu, após uma avaliação com os demais médicos da equipe". Uip se reúne hoje com Covas, no Palácio dos Bandeirantes, no final da tarde ou início da noite.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.