Covas melhora, mas situação ainda é grave

O urologista Sami Arap, médico da equipe que cuida do governador licenciado Mário Covas esteve há pouco no instituto do Coração (Incor). Segundo Arap, a situação de Covas continua "mais ou menos a mesma", embora a condição cardíaca tenha melhorado. "O pulso está mais rítmico. A melhora pode estar ligada a insulina utilizada para controlar a diabete". De acordo com o médico, a perna que apresenta um problema de trombose e um quadro infeccioso esta mais quente o que significa que há melhora na condição sangüínea. "Ele está estável, dentro de sua instabilidade", disse Arap. Outro problema apontado pelo médico foi que Covas vomitou algumas vezes durante o dia mas a causa do problema ainda a não foi determinada. "A situação não é fácil. Se Covas estivesse um pouco melhor poderíamos fazer exames para descobrir as causas do problema", afirmou Arap. Covas também esta tendo dificuldades para urinar o que segundo o urologista pode ter ocorrido devido a quede da pressão arterial do governador ocorrida no domingo. O governado, que esta acompanhado da primeira-dama Lila Covas, se alimenta apenas com frutas. Arap disse que Covas passou o dia sonolento, mas que estava alerta durante sua visita. Arap disse ainda que Covas se queixou de dor nas costas e de estar cansado de ficar na cama. Covas continua tomando antibióticos, analgésicos e insulina. Na manhã desta terça-feira fará exames clínicos, eletrocardiogramas, controle da hidratação e fisioterapia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.