Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Covas é internado para última sessão prevista de quimioterapia

Prefeito de São Paulo enfrenta um câncer no sistema digestivo

Redação, O Estado de S.Paulo

05 de fevereiro de 2020 | 17h00

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), está internado desde a noite de terça-feira, 4, para se submeter à oitava sessão de quimioterapia. É o último ciclo previsto pela equipe médica no início do tratamento do prefeito, que enfrenta um câncer no sistema digestivo. O ciclo tem duração de 30 horas e, assim como nas internações anteriores, Covas está liberado para exercer suas funções de trabalho.

O médico David Uip, que coordena o tratamento do prefeito, informou ao Estado que Covas deve se submeter a novos exames em duas semanas. A partir da avaliação dos resultados da quimioterapia serão definidos os próximos passos do tratamento. “Ele não teve qualquer efeito adverso até agora. Teve uma intercorrência, aquele sangramento, que foi superada. Agora, o resultado da efetividade do tratamento você só apura após o final da quimioterapia”, afirmou Uip.

Desde a virada do ano, Covas diz abertamente que será candidato à reeleição. A “largada” da pré-campanha à Prefeitura de São Paulo está prevista para o fim de fevereiro, depois do último ciclo de quimioterapia e da avaliação dos exames.

Tudo o que sabemos sobre:
Bruno Covas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.