Celso Junior/AE - 21/06/2011
Celso Junior/AE - 21/06/2011

Cotado para pasta das Cidades, Fortes diz estar satisfeito na APO

Reforma ministerial da Dilma Rousseff vai começar a partir da semana que vem; 'Estado' revelou que presidente deve substituir Mário Negromonte por outro nome indicado pelo PP

Rafael Moraes Moura, de O Estado de S.Paulo

18 de janeiro de 2012 | 16h41

BRASÍLIA - O presidente da Autoridade Pública Olímpica (APO), Márcio Fortes, disse nesta quarta-feira, 18, estar satisfeito com as atuais funções assumidas, apesar do seu nome estar cotado para retornar ao Ministério das Cidades. Questionado se voltaria para a pasta, respondeu: "Eu cumpro ordens da presidente".

 

Conforme informou o jornal O Estado de S.Paulo nesta quarta-feira, a reforma ministerial da presidente Dilma Rousseff vai se resumir a mudanças pontuais - entre elas, a saída de Fernando Haddad, que deve ser substituído por Aloizio Mercadante no Ministério da Educação, e a troca de comando no Ministério das Cidades, que deve continuar sob domínio do PP.

 

A troca nas Cidades é vista mais como imposição do PP do que como vontade própria de Dilma Rousseff. Márcio Fortes é o nome de preferência de Dilma para substituir o atual titular da pasta, Mário Negromonte.

 

"Vocês que estão inventando. Ninguém falou comigo (sobre a troca de cargo)", disse Fortes à imprensa, ao chegar ao Palácio do Planalto. O presidente da APO disse que compareceu ao Planalto para tratar com uma equipe técnica dos projetos dos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.