Costa quer fortalecer Radiobrás e trasmitir TV em São Paulo

Depois de se tornar garoto-propaganda da criação da TV Lula, criticada inclusive por setores do próprio governo, o ministro das Comunicações, Hélio Costa, disse nesta quarta-feira que o governo pretende fortalecer a Radiobrás com a criação de uma rede nacional de TV pública. Em audiência no Senado, Costa anunciou que já está em andamento um projeto para iniciar transmissões da TV da Radiobrás em São Paulo, onde, segundo ele, já há um canal disponível, mesmo antes da implantação da TV digital no País."Não estamos propondo uma nova TV, queremos fortalecer a Radiobrás", afirmou nesta quarta-feira o ministro, durante debate sobre o assunto na Comissão de Ciência, Tecnologia e Comunicação do Senado. Ele disse que conversou com o presidente da Radiobrás, Eugênio Bucci, para que a TV Nacional possa ser transmitida em sinal aberto em São Paulo. A rede de TV da Radiobrás, atualmente, alcança apenas 30% dos municípios brasileiros.Hélio Costa disse que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou bem claro que o governo tem preocupação com o interesse público quando pensa em criar uma rede nacional de TV pública. Na semana passada, ao dar posse a cinco novos ministros, Lula disse que quer uma TV educativa e que não seja "chapa-branca".O ministro voltou a afirmar que o governo não está propondo um modelo estatal para os quatro canais previstos no decreto de implantação da TV digital no País: do Executivo, da Cultura, da Educação e da Cidadania. "O governo não pretende competir com ninguém", acrescentou Costa, referindo-se às emissoras de televisão comerciais.Segundo o ministro, em três semanas será criado um grupo de trabalho para discutir o conteúdo desses quatro canais. Ele adiantou, no entanto, que poderão ser utilizados programas produzidos pela TVE do Rio de Janeiro e pela TV Cultura de São Paulo. "Nossa idéia de TV pública passa por aí, por uma TV isenta, profissional e competente", afirmou.A decisão de como a TV pública será financiada, segundo Costa, não é atribuição de seu ministério. "O Ministério das Comunicações tinha que apresentar o projeto técnico, e o fez", disse o ministro, assegurando que tecnicamente é possível iniciar a implantação da rede pública ainda neste ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.