Costa descarta intenção de deixar pasta para se lançar em Minas

'Só ele pode dizer quando um ministro de Estado deixa o seu cargo, mais ninguém', diz ele, referindo-se a Lula

Agência Brasil,

18 de junho de 2009 | 16h17

O ministro das Comunicações, Hélio Costa, negou nesta quinta-feira, 18,  que tenha intenção de deixar o comando da pasta para concorrer ao governo de Minas Gerais, nas eleições do ano que vem.

 

"O meu partido, o PMDB, tem seis ministros indicados pelo presidente Lula. Só ele pode dizer quando um ministro de Estado deixa o seu cargo, mais ninguém. Principalmente quando notícias equivocadas são colocadas na imprensa com a finalidade específica até de prejudicar o meu trabalho", afirmou ele, nesta manhã ao participar, no Rio de Janeiro, de uma solenidade comemorativa pela marca de 2 milhões de ligações de energia elétrica atingida pelo programa Luz para Todos, do governo federal.

Tudo o que sabemos sobre:
Hélio CostaMinaseleições 2010

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.