Costa ataca Serra e chama adversários de 'nazitucanos'

O senador Hélio Costa (PMDB), candidato derrotado ao governo de Minas Gerais, utilizou hoje a rede de microblogs Twitter para atacar a campanha do candidato do PSDB à Presidência, José Serra (PSDB). Costa chamou os adversários de "nazitucanos" e criticou a mensagem telefônica gravada pelo senador eleito e ex-governador Aécio Neves (PSDB), dirigida aos eleitores mineiros.

EDUARDO KATTAH, Agência Estado

25 de outubro de 2010 | 18h24

No telemarketing, Aécio pede votos para Serra, afirmando que a eleição do presidenciável tucano será "muito importante para fortalecer Minas no cenário nacional". A intenção é que as telemensagens atinjam até cinco milhões de telefones fixos no Estado.

"Vão fazer cinco milhões de ligações telefônicas para enganar o povo com uma gravação do Aécio pedindo voto contra a mulher mineira, Dilma", escreveu Costa. Em seguida, o ex-ministro das Comunicações postou uma mensagem na qual afirma que "esta é a semana do vale tudo para os nazitucanos". "Estejam todos atentos para as mentiras e boatos que estão sendo espalhados pela rede."

Na primeira mensagem postada hoje, Costa citou Serra e ironizou a crítica do candidato do PSDB aos episódios de violência na campanha presidencial. "Agora o Serra acha que a campanha está violenta. Será que ele não acompanha as ações dos nazitucanos? E o preconceito contra as mulheres?", escreveu.

''Repórter investigativo''

Costa, que foi derrotado no primeiro turno pelo governador Antonio Anastasia (PSDB) - reeleito com o apoio de Aécio -, já havia utilizado o Twitter para veicular mensagens contra os adversários tucanos. No dia 18 último, escreveu que após a "eleição" de Dilma irá "mostrar o que fizeram e quem planta nota mentirosa na imprensa nacional", se referindo à campanha de Anastasia.

"Meus adversários não podem esquecer que antes de ser político fui, e sou, repórter investigativo. Eles não perdem por esperar. Aguardem."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.