Corte Especial julgará greve de advogados

A 3ª Seção do Superior Tribunal de Justiça decidiu enviar à Corte Especial a medida cautelar em que a União dos Advogados Públicos Federais do Brasil pede que a greve da categoria seja declarada legal. A Corte Especial é a instância máxima do STJ, que esclarece os órgãos julgadores sobre questões jurídicas. Há uma dúvida entre os ministros se o STJ não teria, primeiro, de determinar regras para julgar dissídios relativos a greve de servidores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.