Corte do STJ se reúne para discutir prisão de Arruda

Começou nesta tarde, no Superior Tribunal de Justiça (STJ), a reunião da Corte Especial que discute o despacho do ministro Fernando Gonçalves, que determina a prisão do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (ex-DEM), e de mais cinco pessoas, pela tentativa de corromper testemunhas e obstruir a Justiça no processo que investiga esquema de corrupção, desmantelado pela Operação Caixa de Pandora.

MARIÂNGELA GALLUCCI, Agencia Estado

11 de fevereiro de 2010 | 16h05

A Corte Especial é integrada por 15 ministros, mas 14 participam da sessão de hoje. A Polícia Federal já está mobilizada para cumprir o decreto assim que for expedido o mandado de prisão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.