Corrupção é problema nº 1 para jovens, mostra pesquisa

Governo federal divulgou nesta quinta-feira, 8, levantamento com 3,3 mil jovens feito em parceria entre o Palácio do Planalto com empresas de consultoria antes do início dos protestos de junho

Rafael Moraes Moura, Agência Estado

08 de agosto de 2013 | 18h37

BRASÍLIA - A corrupção é o problema que mais incomoda os jovens do Brasil, constata pesquisa divulgada pelo governo federal nesta quinta-feira, 8. O levantamento, que traça um retrato do perfil e da opinião da juventude brasileira, foi feito com 3,3 mil jovens, em parceria do Palácio do Planalto com empresas de consultoria, que aplicaram um questionário entre abril e maio de 2013, ou seja, antes do início dos protestos.

A corrupção aparece em primeiro lugar entre os problemas que mais incomodam os jovens no Brasil - foi o problema número 1 escolhido por 36% dos jovens pesquisados, à frente da grande desigualdade entre ricos e pobres (20%), o poder dos traficantes (13%) e o racismo e outras formas de discriminação (10%).

Para o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, o resultado da pesquisa não surpreende. "Ultimamente, quase todas as pesquisas que temos visto, tratam de dois temas fundamentais: a questão da corrupção e, no nosso caso, a questão da saúde também. A minha sensação é que depois das manifestações, esse item (corrupção) ainda ganharia mais destaque, em uma eventual pesquisa atualizada", afirmou o ministro.

Tudo o que sabemos sobre:
jovenscorrupçãopesquisagoverno

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.