EFE/Cadu Gomes
EFE/Cadu Gomes

'Correu tudo conforme o esperado', diz Temer sobre votação no Senado

Presidente interino ficou no Planalto até de madrugada, assistindo á decisão sobre prosseguimento do processo de impeachment

Vera Rosa, O Estado de S. Paulo

10 de agosto de 2016 | 03h17

BRASÍLIA - O presidente em exercício, Michel Temer, assistiu em seu gabinete, no Palácio do Planalto, à sessão do Senado que decidiu, na madrugada desta quarta-feira, 10, tornar ré, no processo de impeachment, a presidente afastada Dilma Rousseff.

“Correu tudo conforme o esperado”, disse Temer, no terceiro andar do Planalto, com seu habitual tom comedido. A seu lado, o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, lembrou que, mais uma vez, suas estimativas chegaram bem perto do resultado da votação. Padilha previu de 58 a 60 votos a favor do parecer do relator, Antonio Anastasia (PSDB-MG).

“É que aqui existe articulação política”, afirmou o chefe da Casa Civil ao Estado, em uma crítica velada à gestão de Dilma. “O presidente Michel Temer sempre falou com deputados e senadores e continua falando. A grande marca desse governo é a pacificação.”

Diante do avanço do processo de impeachment, Temer manterá a programação da viagem para a China. Ele pretende participar da cúpula do G-20, nos dias 4 e 5 de setembro, em Hangzhou. “Nós confiamos nos senadores, que têm, literalmente, correspondido às expectativas”, disse Padilha.

O presidente em exercício só deixou o Planalto, nesta quarta-feira, por volta de 2h30, depois que a sessão do Senado terminou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.