Correspondentes encaminham abaixo-assinado a Lula

Os correspondentes estrangeiros no Brasil estão preparando um abaixo-assinado que será encaminhado, provavelmente hoje, ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva pedindo a ele que reconsidere a decisão de cassar o visto do jornalista Larry Rohter, do The New York Times. No texto, os correspondentes, que somam quase 200 em todo o País, registram sua indignação contra a decisão do governo de cassar o visto do correspondente do NYT no Brasil. "A necessidade de condenar e punir a pessoa acusada de criticar vossa excelência contradiz a sua própria política de apoio à liberdade de expressão, enfraquecendo o processo democrático do Brasil", diz o texto. "A atitude de vosso governo abre um precedente perigoso e ameaçador aos jornalistas e correspondentes, tanto brasileiros quanto estrangeiros, transmitindo uma forte impressão de que o governo da de vossa excelência é capaz de usar a força da lei para reprimir a imprensa." De acordo com os correspondentes, a medida do governo não só prejudica a imagem do Brasil, como também ofusca "os admiráveis esforços" do País para deixar para trás o legado de repressão. "Neste termos, nós, respeitosamente, solicitamos que V. Exa reconsidere sua decisão", termina o texto que será encaminhado ao presidente Lula.O abaixo-assinado termina esclarecendo que o conteúdo da mensagem se refere à opinião dos correspondentes e não dos veículos que eles representam no País.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.