Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Correntes do PT resistem a endossar Palocci

A preferência do presidente Lula pelo deputado Antonio Palocci (PT-SP) para concorrer ao governo paulista em 2010, revelada pelo Estado, jogou um balde de água fria em setores do PT que articulavam alternativas para a vaga. Adeptos da tese de que a sigla deveria investir em um nome como o do ministro da Educação, Fernando Haddad, cobraram ontem a abertura de discussão formal sobre o nome para a sucessão estadual.Aliados de Haddad avaliam que a antecipação do debate interno pode evitar que seu nome seja descartado de imediato. O ministro já enfrentava resistências. Grupos como os dos ex-ministros Marta Suplicy e José Dirceu e do deputado João Paulo Cunha (SP) caminham para composição em torno de Palocci."É claro que o Palocci é um excelente candidato. Mas há outros nomes, como o ministro Haddad ou o prefeito (de Osasco) Emídio de Souza", defendeu o deputado José Eduardo Martins Cardozo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.