Correntes do PMDB tentam evitar disputa interna

Representantes das duas correntes do PMDB que disputam a convenção nacional do partido, para definir a nova direção da Executiva se reuniram ontem à noite, pela primeira vez, na residência do deputado Saraiva Felipe, presidente regional do PMDB de Minas Gerais.Pelo lado que defende a candidatura do governador de Minas Gerais, Itamar Franco, à presidência da República e à presidência do partido estavam, além de Felipe, os secretários do governo mineiro, Henrique Hargreaves e Alexandre Dupeirat, e também o ex-governador de São Paulo, Orestes Quércia. Representaram os defensores da candidatura do deputado Michel Temer à presidência do partido e da permanência do PMDB no governo, os líderes governistas no Senado, Renan Calheiros e na Câmara, Geddel Vieira Lima. Também participou da reunião o presidente em exercício do PMDB, senador Maguito Vilela. Segundo Calheiros, a reunião foi um primeiro passo para a distensão interna e o objetivo da conversa foi encontrar caminhos para uma candidatura de consenso, entre as duas correntes, para a presidência do partido. Os dois lados do PMDB avaliam que a disputa seria ruim para o partido. Calheiros disse, inclusive, que uma disputa poderia inviabilizar a candidatura de Itamar Franco.Na reunião de ontem à noite, segundo Calheiros, foi cogitada a possibilidade de se realizar, ainda em setembro, uma eleição prévia entre os dois candidatos do partido à presidência da República: Itamar Franco e o senador Pedro Simon. Os participantes da reunião ficaram de marcar um novo encontro para avançar na negociação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.