Corregedoria do Senado vai abrir processo contra Lobão Filho

Senador assumiu sob suspeita de envolvimento em irregularidades; ele e é acusado de sonegação de impostos

Andréia Sadi, do estadao.com.br

06 de fevereiro de 2008 | 14h45

A Corregedoria Geral do Senado vai abrir processo contra o senador Edson Lobão Filho (DEM-MA), que tomou posse no Senado no dia 30 de janeiro, segundo informou o gabinete de Romeu Tuma (PTB-SP) ao estadao.com.br. Lobinho é suplente de seu pai, Edson Lobão, nomeado o novo ministro de Minas e Energia pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva no mês passado. O novo senador assumiu sob suspeita de envolvimento em irregularidades. Ele é acusado de sonegação de impostos. Porém, a posse de Lobão Filho é possível porque, pelas normas do Congresso, não são impeditivas acusações referentes a atos anteriores à posse no mandato de senador. Convidado a se retirar do DEM, o Edinho recebeu sinal verde para se filiar ao PTB. O convite foi feito pelo presidente do diretório petebista no Maranhão, deputado Pedro Fernandes, e avalizado pelo presidente nacional do partido, Roberto Jefferson. Igual aceno foi dirigido, também, à mãe de Edinho, deputada Nice Lobão (DEM-MA).

Tudo o que sabemos sobre:
Lobão Filho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.