Corregedor quer cassação de deputados envolvidos com ambulâncias

O corregedor da Câmara, deputado Ciro Nogueira (PP), em entrevista à Rádio Eldorado, defendeu cassação de deputados que comprovadamente receberam dinheiro para colocar emendas no Orçamento. A mesa da Casa irá decidir nesta quarta-feira o destino dos deputados citados na lista da Polícia Federal, feita a partir da Operação Sanguessuga. Segundo ele, todos os envolvidos serão julgados de maneira igual.O corregedor se assustou com a quantidade de deputados apontados na nova lista apresentada pela ex-assessora do Ministério da Saúde, Maria da Penha Lino. Para Ciro Nogueira, 170 parlamentares é um número muito grande e realmente precisa de investigações.Ele acredita que dificilmente os integrantes da Mesa citados na lista irão participar da votação. Segundo Ciro Nogueira, a decisão é pessoal de cada um dos envolvidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.