Corregedor cobra pareceres de ações do PT contra o PSDB

O corregedor-geral da Justiça Eleitoral, Sálvio de Figueiredo Teixeira, cobrou hoje do procurador-geral eleitoral, Geraldo Brindeiro, a devolução de dois processos movidos pelo PT contra o PSDB. O ministro deu um prazo de cinco dias para que o procurador-geral devolva as ações com os respectivos pareceres. Sálvio de Figueiredo tomou a decisão ao analisar os dois pedidos do PT. No primeiro, o partido reclamou que o procurador-eleitoral está desde 2 de janeiro do ano passado com uma representação sua contra o PSDB motivada por acusações publicadas na imprensa, segundo as quais a campanha da reeleição do presidente Fernando Henrique Cardoso teria operado com caixa dois. Há quase um ano e meio é aguardado o parecer de Brindeiro.No outro caso, o PT reclamou da demora do procurador-geral em emitir um parecer sobre representação do partido contra a propaganda do governo federal, sobre os oito anos do Plano Real. Inicialmente, a propaganda foi suspensa, mas depois, liberada pelo TSE. Segundo o corregedor-geral, o processo está na Procuradoria desde 19 de abril.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.