Correção: Taxa de desmatamento da Amazônia diminui 27%

A nota enviada anteriormente contém uma incorreção. A taxa de desmatamento foi medida no período de agosto de 2011 a julho de 2012, e não de julho de 2011 a agosto de 2012. Segue texto corrigido:

VENILSON FERREIRA, Agência Estado

27 de novembro de 2012 | 13h29

A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, anunciou nesta terça-feira que a taxa de desmatamento da Amazônia Legal foi 27% menor de agosto de 2011 a julho de 2012 na comparação com os 12 meses anteriores (agosto de 2010 a julho de 2011). Essa foi a menor taxa registrada na série histórica do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Mesmo assim, o desmatamento da Amazônia Legal ficou em 4.656 quilômetros quadrados no período.

No Pará, a taxa de desmatamento diminuiu em 44%. Houve aumento da taxa em Tocantins (33%), Amazonas (29%) e Acre (10%).

A ministra anunciou que, a partir do próximo ano, a autuação pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) por desmatamento irregular será feita eletronicamente para evitar fraudes.

Tudo o que sabemos sobre:
DESMATAMENTOAMAZÔNIA LEGAL

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.