Militantes petistas pedem libertação de Dirceu em rede social

Imagens do ex-ministro junto a mensagens de apoio foram divulgadas por simpatizantes do partido logo após a exibição da inserção do programa partidário

CARLA ARAÚJO, O Estado de S. Paulo

06 de agosto de 2015 | 22h29

São Paulo - Minutos depois do programa do PT em rede nacional de TV e rádio ir ao ar, militantes petistas usaram a página "PT Nacional", que não é oficial do partido, nas redes sociais para fazer uma defesa do ex-ministro José Dirceu, preso pela Polícia Federal na 17.ª fase da Operação Lava Jato, batizada de Pixuleco. "#CaminhoDaEsperança: Libertem Zé Dirceu!!!#SolidariedadeaZeDirceu", foram as frases postadas no perfil de simpatizantes do partido junto com uma foto do ex-ministro.

"Não é a página oficial, mas de simpatizantes, militantes, filiados do Partido dos Trabalhadores", esclareceu O vice-presidente responsável pela comunicação do PT nas redes sociais, Alberto Cantalice. "Não podemos controlar os militantes, eles fazem e postam o que querem", completou, reforçando. Uma hora antes, a página tinha a postagem: "#SolidariedadeaZeDirceu é o verdadeiro #?CaminhoDaEsperança".

No programa que foi ao ar nesta noite, não houve menção à prisão do petista e nem uma demonstração de apoio. Em reunião da Executiva Nacional do PT na terça-feira ficou decidido que o partido mudaria o tom adotado em relação à prisão anterior do ex-ministro, em 2013, após sua condenação pelo Supremo Tribunal Federal, no processo do mensalão, e a executiva preferiu isolar Dirceu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.