Fabio Motta|Estadão
Fabio Motta|Estadão

Corpos de todas as vítimas de acidente que matou Teori já foram resgatados

Piloto e uma das mulheres vitimadas estavam presos nas ferragens do avião e foram os últimos a serem retirados do mar

Fábio Grellet, O Estado de S.Paulo

20 de janeiro de 2017 | 08h00
Atualizado 20 de janeiro de 2017 | 12h54

PARATY - Os corpos das cinco vítima do acidente aéreo que matou o ministro do Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki, já foram recolhidos do mar. Os últimos dois, que ainda estavam presos aos destroços da aeronave acidentada em Paraty na tarde dessa quinta-feira, 19 foram os últimos a serem retirados e transportados para o Instituto Médico - Legal de Angra dos Reis, segundo o Corpo de Bombeiros do Estado do Rio. Os corpos são de uma das mulheres e do piloto da aeronave. As outras três vítimas, entre elas Teori, estão no IML de Angra desde as 3h15 desta sexta, 20. Ainda não há previsão para a liberação dos corpos, que quando saírem do IML estarão à disposição das famílias das vítimas.

Os corpos de Teori e do empresário Carlos Alberto Fernandes Filgueiras, dono da rede de hotéis Emiliano, foram transportados num furgão funerário, que viajou acompanhado por nove outros veículos. Em um deles estavam dois filhos do empresário. A comitiva chegou ao IML pouco depois das 3h desta sexta-feira, 20. Após cerca de uma hora, o furgão deixou o IML. 

Policiais civis que permanecem no local informaram apenas que "tem gente importante lá dentro". Jornalistas passaram toda a madrugada na frente do prédio, e no início desta manhã curiosos também param e perguntam a razão de tanta movimentação.

Tudo o que sabemos sobre:
PARATYSTFTeori ZavasckiIML

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.