Divulgação
Divulgação

Corpo do senador Luiz Henrique será sepultado na segunda

Segundo nota de falecimento do Senado, ele foi levado ao hospital em Joinville na tarde deste domingo, mas não resistiu

ALINE TORRES, ESPECIAL PARA O ESTADO, O Estado de S. Paulo

10 de maio de 2015 | 20h13

FLORIANÓPOLIS - O velório de Luiz Henrique da Silveira acontecerá no Centro Cau Hansen, em Joinville, a partir das 23h deste domingo, 10. O sepultamento será nesta segunda-feira, às 17h, no Cemitério Municipal de Joinville.

Luiz Henrique era o nome mais forte do PMDB catarinense, fiador da aliança que governa o Estado desde 2003 e, até o ano passado, o único catarinense que conseguiu se eleger e reeleger governador de Santa Catarina. Também passou pela Assembleia Legislativa, Câmara dos Deputados, pela prefeitura de Joinville e assumiu o cargo de ministro de Ciência e Tecnologia no governo José Sarney. Uma figura política tão importante surpreendeu nas últimas eleições. Ficou neutro na candidatura presidencial, não apoio nem Dilma Rousseff, nem Aécio Neves.

Silveira morreu no início desta tarde, aos 75 anos. Deixou a mulher Ivete da Silveira, dois filhos e netos. A morte foi repentina. Ele estava em casa, em Joinville, ao norte de Florianópolis, quando teve um mal súbito ao subir as escadas. Chegou ao hospital com falta de ar, teve duas paradas cardíacas e faleceu. A morte foi confirmada às 16h.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.