Corpo de Gerônimo da Adefal é enterrado em Maceió

O corpo do deputado federal Gerônimo da Adefal (PFL-AL) será enterrado nesta segunda-feira, 12, no Cemitério Parque das Flores, em Maceió. Gerônimo morreu no domingo, 11, às 3h30, em decorrência de uma pneumonia.O deputado de 50 anos estava internado no Hospital Santa Lúcia, em Brasília, desde quarta-feira, 7. Ele era portador de deficiência física e foi uma das crianças vítimas da talidomida - medicamento receitado para gestantes, nos anos 50, que causava deformações no feto.Gerônimo nasceu em 12 de agosto de 1956. Onze anos depois, o uso da talidomida foi proibido no Brasil. O corpo do deputado foi velado na Associação dos Portadores de Deficiência Física de Alagoas (Adefal), entidade presidida por ele.O parlamentar foi eleito com 71.209 votos e estava em seu primeiro mandato como deputado federal. Antes, ele havia sido vereador por duas vezes em Maceió. Sua vaga na Câmara deve ser assumida pelo suplente Augusto Farias (PTB-AL), irmão de Paulo César Farias que estava há quatro anos sem mandato político.(Com informações da Agência Câmara)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.